quarta-feira, abril 24, 2024
Desde 1876

Oitenta cidades paraenses estão há mais de 30 dias sem crimes violentos, aponta Segup

Na manhã desta terça-feira, 27, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), por meio da Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac), apresentou a lista com 80 das 144 cidades estaduais que há mais de 30 dias não registram Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI), aqueles que englobam homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte. 

De acordo com os dados divulgados, cidades como Faro, Curuá e Magalhães Barata não registram crimes violentos há mais de 900 dias, ou seja, há mais de dois anos e meio.

Para o secretário de Segurança Pública do Pará, Ualame Machado, os indicadores positivos são fruto de um forte investimento nas ações de segurança, como aquisição de equipamentos com tecnologia de ponta, aliado ao trabalho da inteligência e da integração dos órgãos do Sistema de Segurança.

“Temos atuado muito fortemente em três das nossas principais frentes de atuação, sendo elas a Inteligência, a integração dos órgão de segurança, e nos investimentos voltados para equipar a tropa e melhorar a atuação dos agentes para as ações preventivas e ostensiva. Isso tudo pensando no nosso estado que tem uma área continental muito extensa, com realidades bem diferentes, e assim, consideramos todos esses fatores para que nosso trabalho resulte em um impacto positivo, como a redução da criminalidade em mais da metade dos municípios do estado. Essa é uma conquista conjunta que vem exigindo constância e muita estratégia para a manutenção dessa realidade”, analisou o titular da Segup.

Municípios – Soure, São João de Pirabas, Ponta de Pedras, Marapanim, Capanema, e Salinópolis estão há 384, 278, 125, 100, 86 e 51 dias, respectivamente, sem registar nenhuma ocorrência de CVLI. Outras cidades apresentam ainda mais dias sem computar esse tipo de ocorrência, a exemplo de Faro, (1120), Curuá (833), Magalhães Barata (886), Quatipuru (663) e Muaná (641). No total, 80 cidades não registram CVLI há pelo menos 30 dias. Os dados foram avaliados no período de 31 de janeiro de 2021 a 25 de fevereiro de 2024.

Investimentos – A aquisição de novas lanchas, entre elas as blindadas, a Base Fluvial Integrada de Segurança instalada no estreito de Breves, e ainda, as operações de ostensividade realizadas em vários municípios do Pará, assim como, a aquisição de novos armamentos, viaturas, melhor capacitação e qualificação do agentes, e ainda, a criação de novos concursos públicos estão entre as ações executadas pelo Governo do Estado, por meio da  Segurança Pública com objetivo de combate à criminalidade, e consequentemente, alcançar a redução dos índices como pontua, Ualame Machado.

“Figuram nessa lista municípios como Cametá, Salinópolis, e alguns da Região do Marajó onde atuamos com a nossa Base Fluvial, que somente esse ano, já realizou diversas apreensões de drogas, com resultado em prisões, assim como interceptamos criminosos para que assim possamos manter a nossa região resguardada do crime”, destacou Ualame Machado. 

Fonte: Agência Pará/Foto: Rodrigo Pinheiro

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo